TRIBULUS TERRESTRIS

tribulus terrestris

 Você conhece a Tribulus Terrestris? Ela é comumente utilizada como estimulante sexual natural, e em muitas feiras você encontra a venda desse tipo de produto, o que também facilita encontrar esse tipo de produto.

O que pouca gente sabe, é que ela faz parte de grupos de ervas daninhas, e cresce, especialmente em regiões quentes. Acredita-se que ela também pode ajudar em muitos outros pontos de nosso corpo.

Alguns chegam a utilizar e indicar para o controle da pressão arterial, para ganho de massa muscular e até para tratamento de algumas doenças, e isso faz com que a tribulus terrestris ganhe mais espaço do que o comum.

Sendo assim, é comum que muitos possuam dúvidas sobre a eficácia da erva, e principalmente, se ela é indicada para o uso humano sem que gere efeitos colaterais graves que coloquem em risco a saúde.

Entendendo a importância de se trabalhar com esse tema e falar sobre essa erva tão presente na vida de muitas pessoas, vamos então falar sobre a tribulus terrestris e todas as suas indicações.

Através dessas dicas importantes você vai ter acesso a todos os benefícios e também outros pontos interessantes sobre essa planta curiosa e repleta de segredos que nem todos conhecem.

Para que serve?

A tribulus terrestris é muito utilizada como estimulante sexual, sendo muitos desses benefícios observados no dia a dia de quem faz o uso, e confirma a tese de que ela é eficaz nesse sentido.

O que sabemos, é que ela aumenta a libido, prolonga o tempo de ereção e pode agir até na questão de fertilidade, e por isso é indicada para pessoas que possuem dificuldades nessa área específica.

Outras pessoas usam de acordo com a recomendação de especialistas para que possam adquirir massa magra mais rapidamente, agilizando o processo de musculação para quem pratica atividade física.

Para além dos usos mais praticados, essa erva também pode controlar a produção dos hormônios, o que pode ser útil para o sono, o emagrecimento e outras ações que dependem diretamente desse controle.

Ela também pode ter ação efetiva no controle da pressão arterial, sendo uma das principais armas utilizada para quem precisa dar conta da hipertensão, e não pode ter acesso a alguns tipos de remédios sintéticos, por exemplo.

No entanto, mesmo com tantos benefícios atribuídos ao uso de tribulus terrestris, nem todos eles são confirmados por testes, sendo então uma incógnita até mesmo para a ciência, que não confirma alguns desses pontos.

Como incluir na rotina

O fato de a ciência não confirmar os benefícios atribuídos à tribulus terrestris, não impede que pessoas utilizem a mesma, e muitas dessas pessoas conseguem melhoras nos seus quadros e isso é muito importante para o processo.

A dosagem vai de acordo primeiramente com o quadro, que vai determinar a necessidade de controlar essas medidas, e depois de acordo com a rotina de cada pessoa, tendo em vista sempre o bem estar da mesma.

Geralmente se indicam três dosagens no dia. Você deve sempre procurar o extrato da erva ou procurar por cápsulas para o consumo, evitando sempre pegar a folha in natura, o que pode colocar sua saúde em risco.

Fazendo o uso diário, o recomendado é utilizar sempre antes das refeições, para que a ação seja mais efetiva, e os efeitos colaterais não sejam acentuados, de maneira que você consiga ter sua rotina intacta.

Além disso, o uso não deve ser feito por muito tempo, devendo ser feito até no máximo 6 semanas, tendo uma pequena pausa até que volte a utilizar, para os homens, e para as mulheres parar sempre ao menstruar até o fim da mesma.

A ideia é evitar os riscos que o corpo pode se expor, que é caracterizado sempre pelo uso excessivo, ou pela concentração, gerada pelo chá feito diretamente da erva, e por isso não é recomendado esse tipo de receita.

Efeitos colaterais

O uso excessivo ou desregulado de tribulus terrestris pode ser danoso para a sua saúde, já que estamos falando de uma erva daninha, que possui toxinas que são potencialmente perigosas para a saúde.

Primeiramente, é preciso pontuar que pessoas com câncer, síndrome de androginia, queda de cabelo e pele oleosa, e principalmente as grávidas, devem evitar ao máximo o uso de tao erva em sua rotina.

Para saber se você pode fazer o uso dessa erva, o indicado é que você possa fazer uma avaliação médica antes de optar pelo consumo da tribulus terrestris, tendo o aval e o acompanhamento feito por algum especialista.

Os efeitos gerados pelo uso excessivo pode gerar muitos quadros, dentre os mais comuns temos atrofia muscular, infertilidade e até piora nos quadros de câncer de testículo e de próstata, agravando seriamente o quadro.

No caso das mulheres o uso excessivo pode alterar o ciclo menstrual, causar hipertrofia no clitóris, crescimento de pelos e também infertilidade, podendo ainda causar o surgimento de acnes e aumento da oleosidade da pele.

Sendo assim, é preciso que você faça o uso recomendado, para que não tenha nenhum tipo de intercorrências desse tipo, que exigem uma intervenção mais incisiva com cirurgias e até tratamentos intensivos com medicamentos.

Cuidados a serem tomados

Tendo em vista os riscos que a tribulus terrestris pode oferecer pelo uso desmedido, o principal cuidado que você pode tomar é ter o teto de três doses durante o dia e antes das refeições, não ultrapassando a dosagem, nem a quantidade.

Para além disso, é interessante que você possa ser acompanhado por um médico, afinal, estamos falando sobre uma erva que a longo prazo também pode oferecer riscos, e quanto mais você prevenir, mais fácil é evitar tais quadros extremos.

Por isso, antes de fazer o uso e principalmente durante, sempre esteja em contato com um médico, que também pode te receitar outras coisas para acompanhar, e assim você pode ter mais benefícios do que dor de cabeça.

A tribulus terrestris é muito importante para a nossa vida, mas os seus riscos fazem com que tenhamos maior atenção com o uso que fazemos durante os dias.

Leia Também: Maca Peruana

Add Comment